Weekend

with No Comments
No sábado passado tivemos a festa de Natal da minha empresa.
Eu sempre fiz questão de ir mesmo sem filhos (em Portugal fazia o mesmo), porque acho que é uma oportunidade de estarmos com os nossos colegas sem ser em ambiente de trabalho, podermos conversar descontraidamente e passar um bom momento com animações, mas agora com um filho ainda mais interessante se torna.
Chegámos já o espetáculo de palhaças (sim, eram mulheres) tinha começado, mas não foi um problema porque apesar de eu fazer questão que o Henrique comece desde já a assistir a este tipo de espetáculos, 1 hora é ainda demasiado.
Pouco mais de meia hora foi mais do que suficiente para lhe captar a atenção e introduzi-lo.
Até eu gostei do espetáculo!
Depois as luzes acenderam-se e foi passear por todas as animações.
Havia atividades para os bebés, com tapetes, peluches e objetos sonoros e coloridos, até jogos complexos para miúdos crescidos.
O Henrique teve também a sorte de conhecer o Pai Natal.
Ainda mais sorte foi ter conhecido um Pai Natal com barbas verdadeiras.
Adorou, ficou maluco e só puxava as barbas ao velhote, que só se queixava!
"Calma! Calma, que estas são verdadeiras!!!"
Vou fazer questão de todos os anos o levar ao Pai Natal e tirar uma (várias... pronto!) fotografias.
Daqui a uns anos faço uma montagem. Deve ser giro.
Ainda antes da festa terminar, fomos a correr para casa (nós andamos SEMPRE a correr!) para recebermos amigos e a nossa vendedora da Bimby.
A ideia era fazer uma demonstração para amigos que ainda não conhecem a máquina, fazer o jantar em conjunto e depois desfrutar pela noite dentro.
Foi muito, muito, giro!
Fizemos limonada, pão com queijo e azeitonas para entrada, creme aveludado de batata doce com caril e leite de côco, bacalhau com legumes e pudim flan para sobremesa.
(Havia ainda o vinho Tuga e queijo Avec).
A ideia era mostrar como podemos fazer tudo ao mesmo tempo com a Bimby.
Estas demonstrações são também muito importantes para mim, porque aprendo sempre coisas novas como otimizar a máquina.
O Henrique participou em todas as tarefas, principalmente para controlar se tudo estava a seguir os padrões.
A animação foi, na verdade, o prato principal.
E o tio Hasan é o maior!! O Henrique simplesmente adora-o!
Gosto muito de dias como este!

Leave a Reply